domingo, 3 de agosto de 2014

>>>""Todo discípulo é um crente, mas nem todo crente é um discípulo""<<<<
.
////////////////////////////// Diferenças entre um Crente e um Discípulo /////////////////////////
>>>>>> Todo discípulo é um crente, mas nem todo crente é um discípulo.<<<<<<
Você sabe por que? Pois bem.
· O crente espera pães e peixes; o discípulo é um pescador.
· O crente luta por crescer; o discípulo luta para reproduzir-se.
· O crente se ganha; o discípulo se faz.
· O crente depende dos afagos de seu pastor; o discípulo está determinado a servir a Deus.
· O crente gosta de elogios; o discípulo do sacrifício vivo.
· O crente entrega parte de suas finanças; o discípulo entrega toda a sua vida.
· O crente cai facilmente na rotina; o discípulo é um revolucionário.
·O crente precisa ser sempre estimulado; o discípulo procura estimular os outros.
· O crente espera que alguém lhe diga o que fazer; o discípulo é solícito em assumir responsabilidades.
· O crente reclama e murmura; o discípulo obedece e nega-se a si mesmo.
· O crente é condicionado pelas circunstâncias; o discípulo as aproveita para exercer a sua fé.
· O crente exige que os outros o visitem; o discípulo visita.
· O crente busca na palavra promessas para a sua vida; o discípulo busca vida para receber as promessas da palavra.
· O crente pensa em si mesmo; o discípulo pensa nos outros.
· O crente se senta para adorar; o discípulo anda adorando.
· O crente vale porque soma; o discípulo vale porque multiplica.
· Os crentes foram transformados pelo mundo; os discípulos se transformaram, transformam e transformarão o mundo.
· O crente velho é problema para a igreja; o discípulo idoso é problema para o reino das trevas.
· O crente cuida das estacas de sua tenda; o discípulo desbrava e aumenta o seu território.
· O crente se habitua; o discípulo rompe com os velhos moldes.
· A meta do crente é ir para o céu; a meta do discípulo é ganhar almas para povoar o céu.
· O crente necessita de festas para estar alegre; o discípulo vive em festa porque é alegre.
· O crente espera um avivamento; o discípulo é parte dele.
· Ao crente se promete uma almofada; ao discípulo se entrega uma cruz.
· O crente é sócio; o discípulo é servo.
· O crente cai nas ciladas do diabo; o discípulo as supera e não se deixa confundir.
Disse Jesus: "Nisto é glorificado meu Pai, em que deis muito fruto; e assim vos tornareis meus dicípulos" (Jo. 15.8).
Pense bem: Você é um crente ou um discípulo

preapa>> artigo extraio do livro de cronicas 02/08/2014
Reações:

0 comentários:

Postar um comentário